Talento todo mundo tem, menos você!

Um termo muito utilizado na área de desenvolvimento humano é o tal do talento. Fala-se sobre o melhor aproveitamento dos talentos nas organizações, em uma seleção de candidatos querem encontrar talentos e não tem como passar por um processo de coaching sem falar sobre os talentos.

Mas afinal, o que é talento? É algo tão falado, tão buscado, mas percebo que quando perguntamos para uma pessoa “quais são seus talentos?”, a maioria curiosamente trava e isso não acontece só pela falta de autoconhecimento, mas pela distorção que muitas vezes é feita.

Muitos associam que talento é o Pelé no futebol, a Lady Gaga na música, e se veem muito distantes. Porque não são famosos ou populares, porque acham que o que sabem fazer não é tão importante ou que todos já fazem o que eles conhecem. Pode parar de pensar assim. Não é nada disso.

Resolvi escrever esse artigo porque estava lendo o livro “O Obstáculo é o Caminho” do autor Ryan Holiday, em que ele cita a melhor definição que já ouvi sobre talento dita por F. Scott Fitzgerald:

“Talento é a habilidade para colocar em prática o que está na sua mente, não há outra definição para isso.”

Se você tem um talento, mas não coloca em prática, qual a diferença entre você e quem não tem esse talento? Nenhuma!

Todas as ideias que passam na sua cabeça, os projetos incríveis que você já desenhou um milhão de vezes no seu mundo imaginário, os insights que teve e anotou no seu caderno, tudo isso COLOCADO EM PRÁTICA faz de você um talento.

Agora, o que adianta você ter um super talento, se você não colocar isso em prática? Se você não cria a habilidade de colocar suas ideias em prática, você deixa de ocupar o seu lugar no mundo.

Você pode estar pensando: “ok, Dani mas como faço para pegar esse turbilhão de ideias da minha cabeça e executá-las?”. Então, vamos lá:

1° Conheça os seus talentos

Faça um levantamento de tudo aquilo que você faz com muita facilidade. Sabe aqueles elogios que você recebe por fazer muito bem algo. Coisas que você repara que faz bem sem nem perceber, mas que para outros é uma dificuldade. Não esqueça de listar aquelas ideias e projetos que já pensou. Tenha tudo mapeado. Se tiver dificuldade em fazer sozinho, indico que passe por um processo de coaching. Ter seus talentos reconhecidos primeiramente por você é muito importante. Afinal, se não conhece seus talentos, como vai mostrá-los da melhor forma ao mundo?

2° Comece

Não espere o projeto ficar perfeito, ou a hora ideal. O melhor momento é agora. Você só vai saber se dá certo se experimentar. Nada lhe impede de corrigir a rota no meio do caminho. Esperar está deixando você estagnado e lhe impedindo de crescer, além de contribuir com o crescimento do outro.

Chega de ficar aí sentado esperando alguém te dizer no que você é bom de verdade, ok? Esse movimento tem que partir de você.

O mundo precisa dos seus talentos e a melhor notícia quer eu tenho pra te dar hoje é: quem se coloca em movimento descobre para onde tem que ir. Simplesmente vá!

Dani Teixeira

PS: Veja aqui o vídeo que fiz sobre esse tema.

Deixe seu comentário...